quinta-feira, 11 de novembro de 2021

Aditivos Alimentares

Aditivos alimentares são substâncias que são adicionadas aos alimentos com o propósito de manter ou modificar o seu sabor, melhorar a sua aparência, aroma ou prolongar o seu tempo de conservação.Os corantes e os conservantes são os mais conhecidos, mas existem centenas de aditivos autorizados.A utilização de aditivos deve ser reduzida ao mínimo e apenas quando não há outra alternativa.Nunca utilizados se existirem dúvidas sobre os seus efeitos na saúde humana . Alguns aditivos são utilizados há séculos, como o sal.
Wikipédia


 

Pegadas de Dinossauros

 Existem lugares em Portugal onde a pegada destes animais não é metafórica, mas real. Na Serra d’ Aire encontramos o Monumento Natural das Pegadas de Dinossáurios, na povoação de Bairro. Os saurópodes estiveram aqui há 175 milhões de anos, deixando na laje calcária o rasto da sua passagem. Os trilhos conservados atingem mais de 140 metros de comprimento. Este tesouro foi ignorado durante anos, num local onde existia uma pedreira a funcionar. Em 1994 foram descobertas as pegadas e em 1997 o monumento foi aberto ao público. Mais de 1000 pegadas de dinossauros repartidas entre 20 trilhos que constituem o mais antigo expoente conhecido do caminhar dos saurópodes.

Como se formaram estas pegadas?



Grutas da Moeda

A Serra de Aire e Candeeiros tem como rocha mais abundante o calcário. A paisagem é constituída por diferentes tipos de estruturas sedimentares calcárias, nomeadamente as grutas, que são uma importante característica desta serra. A sua formação tem origem na dissolução dos constituintes do calcário na água, ou seja, dá-se uma erosão química desta rocha, à qual se junta uma erosão mecânica, correspondendo ao desgaste causado por agentes físicos. Como consequência ocorrem fraturas e desagregações progressivas da rocha. A erosão do calcário está na base da formação de muitas outras estruturas cársicas, como os algares, lapiás, estalagmites e estalactites.


segunda-feira, 8 de fevereiro de 2021

quinta-feira, 19 de novembro de 2020

Novos alimentos



Exemplos de Novos Alimentos
- Leite magro
- Leite enriquecido com vitaminas ou minerais
- Cereais enriquecidos com vitaminas ou minerais
- Iogurtes probióticos e probióticos
- Pão , bolachas , bolos , cereais sem glúten
- Leite , queijo e outros alimentos lácteos sem lactose
- Tomate e milho transgénicos
- Sementes de chia

Riscos e benefícios  de novos alimentos:
Os principais benefícios são:
                – a maior produção alimentar;
                – os prazos de validade mais alargados;
                – a redução do número de doenças digestivas causadas, por exemplo, por microrganismos.

Os principais riscos são:
                – por vezes tornarem-se mais caros;
                – a possibilidade de provocarem resistências a antibióticos e reações alérgicas;
                – não se conhecerem as consequências para a saúde do consumo de alguns destes alimentos.

Alimentos Transgénicos
Segundo a nutricionista Christianne de Vasconcelos, alimentos geneticamente modificados são alimentos desenvolvidos em laboratórios com a utilização de genes de espécies diferentes de animais, vegetais ou microrganismos.

Ou seja, com essa nova tecnologia, pode-se introduzir um gene de rato, de bactéria, de vírus ou de peixe em espécies de arroz, soja, milho, trigo.

Por exemplo, há soja com gene de bactérias e milho com gene de bactérias e vírus.

Vantagens dos alimentos transgénicos
  • Aumento da produção de alimentos;
  • Possível melhoria do valor nutricional, desenvolvimento de alimentos para fins terapêuticos;
  • Maior resistência e durabilidade no armazenamento.
Desvantagens dos alimentos transgénicos
  • Possível aumento das reações alérgicas;
  • As plantas que não sofreram modificação genética podem ser eliminadas pelo processo de seleção natural, pois a transgênicas apresentam maior resistência às pragas e pesticidas;
  • Aumento da resistência aos pesticidas, com consequente aumento do consumo deste tipo de produto;
  • Apesar de eliminar pragas prejudiciais à plantação, o cultivo de plantas transgénicas pode, também, matar espécies benéficas ao equilíbrio ecológico como abelhas, minhocas e outros animais e plantas.
Países que já cultivam alimentos transgênicos
Estados Unidos: melão, soja, tomate, algodão, batata, canola, milho.
União Europeia: tomate, canola, soja, algodão.
Argentina: soja, milho, algodão.

Portanto, para evitar o seu consumo, é muito importante buscar a informação no rótulo dos alimentos.