sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Como se reproduzem os animais?

Todos os animais têm a capacidade de originar seres da mesma espécie através da reprodução. A reprodução permite a continuidade das espécies e evita a extinção natural dos seres vivos.
Em alguns seres vivos a reprodução é assexuada, isto é, ocorre sem a intervenção de células sexuais (por exemplo, em determinadas condições, na estrela-do-mar). Noutros seres vivos, este fenómeno implica a união das células sexuais no momento da fecundação, designando-se por reprodução sexuada.

Estrela-do-mar
Reprodução assexuada da estrela-do-mar

Neste tipo de reprodução é necessária a intervenção de dois animais: o macho e a fêmea.
Estes seres distinguem-se normalmente pelo seu aspecto exterior, ou seja, apresentam dimorfismo sexual.

Dimorfismo sexual (aranha-pavão, fêmea e macho)
Dimorfismo sexual (perus, fêmea e macho)

Comportamento dos animais na época da reprodução

Para dar origem a novos seres vivos, os animais com reprodução sexuada têm de acasalar, o que implica a existência de comunicação e encontros entre machos e fêmeas.
Acasalamento de libélulas

Conforme as espécies, os animais comunicam através de mensagens visuais (cor, gestos, lutas, bailados), sonoras (canto) e odoríferas (odor).
Na época reprodutiva, os machos de algumas espécies ficam mais atraentes e vistosos, enquanto os de outras se mostram mais agressivos e atentos ao seu território.
O conjunto de comportamentos apresentados pelos animais, na época da reprodução, para atrair o género oposto designa-se parada nupcial.
Para nupcial da abetarda
Após este período de namoro, ocorre o acasalamento, de que resultam os descendentes.


Para leres mais sobre o acasalamento das aves podes visitar esta página.

1 comentário:

Prof disse...

O seu site é muito interessante e bastante completo!

Parabéns!

Vou adicioná-lo no meu blog. Convido-o também a visitar o meu, e se achar bem, também adicioná-lo aqui.

Cumprimentos

http://cienciasnaturaisnatureza.blogspot.pt/